Não é que vai ter Disney esse ano?

Desde Abril de 2006, o Brasil apresenta sucessivos déficits em relação as suas receitas e despesas cambiais turísticas. Ou seja, desde então mais dinheiro é gasto externamente do que é gasto internamente quando o assunto é turismo. Como é possível identificar na tabela da figura 1, nos últimos anos esse déficit persiste:

Mês Receita e despesa cambial turística (milhões US$)
2013 2014 2015
Receita Despesa Déficit Receita Despesa Déficit Receita Despesa Déficit
Total 6.711 25.342 -18.631 6.914 25.608 -18.694 555 2.207 -1.652
Janeiro 696 2.299 -1.603 643 2.120 -1.477 555 2.207 -1.652
Fevereiro 624 1.862 -1.238 592 1.915 -1.323
Março 599 1.882 -1.283 535 1.838 -1.302
Abril 585 2.116 -1.530 547 2.344 -1.797
Maio 522 2.241 -1.719 531 2.266 -1.735
Junho 453 1.928 -1.475 797 2.001 -1.204
Julho 540 2.214 -1.674 789 2.415 -1.625
Agosto 517 2.227 -1.710 499 2.354 -1.855
Setembro 505 2.168 -1.663 493 2.387 -1.894
Outubro 533 2.314 -1.780 488 2.124 -1.637
Novembro 556 1.874 -1.318 475 1.720 -1.245
Dezembro 579 2.217 -1.638 524 2.124 -1.600

Fonte:http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/export/sites/default/dadosefatos/estatisticas_indicadores/receita_cambial/downloads_receita/Receita_e_Despesa_Turistica_Cambial_-_Serie_Histxrica_-_Ano_Mes_-_1990-Jan2015.pdf
Figura 1

Outro fato também persistente era, até mês passado (março), o dólar adquirindo grande valorização em relação ao real. Agora esse já não é mais o cenário atual do dólar, desde que houve uma queda na crença de que o Fed (Federal Reserve) pretende aumentar as taxas de juros no país, porém essa queda atual do dólar não é foco deste texto.

Uma vez que só existem dados sobre as receitas e despesas cambiais turísticas até o mês de janeiro de 2015, só é interessante analisar a média do dólar até esse período. No gráfico da figura 2 é possível ver esse constante aumento do dólar nos últimos meses:

Featured image
Figura 2

Ao calcular a correlação entre o déficit turístico e a cotação do dólar encontramos um valor positivo correspondente a 0,4915. O que indica que os conjuntos de dados caminham em um mesmo sentido.

Analisando através do senso comum, seria razoável imaginar que com os aumentos no preço do dólar o déficit cairia, já que existe uma desvantagem cambial que torna as viagens para o exterior mais caras que o de costume. Esse, porém, não é o cenário encontrado, o que não nos possibilita confirmar a hipótese.

Referências:

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/dadosefatos/estatisticas_indicadores/receita_cambial/ Acesso em: 21 de abril de 2015

http://economia.uol.com.br/cotacoes/cambio/dolar-comercial-estados-unidos/?historico Acesso em: 21 de abril de 2015

http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/export/sites/default/dadosefatos/estatisticas_indicadores/receita_cambial/downloads_receita/Receita_e_Despesa_Turistica_Cambial_-_Serie_Histxrica_-_Ano_Mes_-_1990-Jan2015.pdf Figura 1: Acesso em: 21 de abril de 2015

Uma resposta em “Não é que vai ter Disney esse ano?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s