Relacionando inflação e desemprego

Minha proposta para este breve artigo é apresentar a relação entre taxa de desemprego e taxa de inflação para dados de um período no Brasil.

A teoria de que essas variáveis são relacionadas foi desenvolvida pelo economista neozelandês Willian Phillips, e desde então é conhecida como curva de Phillips. Segundo ela uma menor taxa de desemprego leva a um aumento da inflação, e uma maior taxa de desemprego a uma menor  inflação. Porém, essa relação só é válida no curto prazo.

Matematicamente,

T= F (Te ; U).

 

Sendo T taxa de inflação, Te inflação esperada e U taxa de desemprego.

A equação acima mostra que taxa de inflação é uma função de inflação esperada (com relação positiva) e taxa de desemprego (com relação negativa).

Mas voltando à proposta inicial, eu calculei o coeficiente de correlação entre os dados da taxa de desemprego (PME – Pesquisa Mensal de Emprego, feita pelo IBGE) e taxa de inflação (IPCA) do Brasil entre agosto de 2012 e abril de 2014.

Coeficiente de correlação: -0, 57263

O coeficiente de correlação mede a “força” ou “grau” de relacionamento linear entre duas variáveis.

Abaixo, temos um gráfico mostrando o comportamento dos dados.

Sem título

 

O coeficiente de correlação negativo e a relação contrária das variáveis na curva de Phillips explicam os comportamentos opostos das retas do gráfico.

Logo, a teoria que aprendemos em sala de aula funciona na prática quando observamos os dados.

2 respostas em “Relacionando inflação e desemprego

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s