A culpa não é dos seus pais, do acidente ou do barulho: a culpa é única e exclusivamente sua

Não adianta culpar a faculdade, as regras “draconianas”, o professor que cumpre regras, o colega que conversa, no final do dia, a culpa é somente sua. Quando se estuda, dificuldades diminuem. A menina aí, da foto (vá ao link) poderia ter “colado”, jogado a culpa nos pais, em Deus, na dialética marxista, no cosmos, enfim, na sociedade ou na ostentação.

Mas no final, todos nós sabemos: ela só conseguiu porque quis e se esforçou. Não existe almoço grátis, aprendemos em Economia (e aqui no Nepom). Isto não significa que o almoço é barato e frequente: ele pode ser caro e, muitas vezes, você não terá o que comer…o que não o impede de insistir.

Com ética, com valores sólidos, contra os pseudo-professores, os pseudo-amigos e os falsos profetas, com muito esforço, disciplina e coragem, qualquer um chega lá. Não acredita em mim? Ok. Acredite na Susan aí da foto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s